Look da Bel: Lady in Red

Os sonhos daqueles que a gente ama sempre são um pouco nossos também, não é? Por isso hoje vim compartilhar um look super especial, de uma marca igualmente especial: a CóRa.

A marca é criação de duas das minhas amigas mais queridas, Lú Teixeira e Má Peres, e foi muito lindo poder acompanhar todo o processo de concepção da marca, que leva o nome da mãe da Lú. E nesse verão esse projeto finalmente saiu do papel e foi parar no guarda-roupas de várias mulheres incríveis.

As peças da CóRa são modernas com um arzinho clássico que eu amo. Muitas cores intensas e concretas, sem muitas estampas (que tem sido super a minha praia), o que faz com que as peças sejam versáteis e fáceis de coordenar.

Outro ponto alto é o conforto: eu odeio usar sutiã (hahaha a verdade deve ser dita), e todas as peças são forradas, com tecidos encorpados e de qualidade, o que trás certa segurança na hora de usar, sabendo que não vai marcar nada, sabe? A maioria dos modelos são super soltinhos, outro fator que eu adoro.

vestido cora bel serelle 3

vestido cora bel serelle

vestido cora bel serelle

O vestido midi fenda (link aqui!) é definitivamente uma das minhas peças preferidas da coleção. Ele tem um corte reto clássico que eu adoro, o decote não sai do lugar e as alças dão certa firmeza ao busto.

Ele tem duas fendas laterais que dão um caimento interessante à peça e ainda mostra pele de forma elegante sabe? É aquele tipo de vestido que eu amo, que me deixa confortável para me movimentar, sentar no chão, ficar de perna cruzada, viver mesmo, sem nada me incomodando.

Espero que vocês tenham gostado de conhecer um pouquinho da CóRa! Depois me contem quais outras peças vocês curtiram no site da marca! 

Looks da Bel: Lisboa

Passar 17 dias fora de casa, só com uma mala de 23 kg no começo da Primavera europeia pode ser um desafio e tanto. As temperaturas ainda estão baixas, o que significa roupas volumosas e pouco lugar na mala.

E acredite se quiser, consegui fazer uma mala de frio, com 13 Kg. Ela acabou ganhando 5 kg na volta (hihi), mas ainda assim consegui organizar muito bem os looks, e por isso gostaria de compartilhar alguns deles com você, a começar pelos que usei em Lisboa!

Antes de conferir os looks preciso dizer que saber a minha cartela de cores ajudou na execução dessa mala (e ajuda muuito no meu dia a dia também). Fiz análise de cor há algum tempo com a Bella Vasconcellos e juro que mudou minha vida (haha é sério). Você vai notar que todas as cores das minhas roupas de certa forma conversam entre si – o que é um grande facilitador na hora de fazer combinações. Inclusive, prometo fazer um post explicando direitinho como funciona.

Vamos aos looks?

 

Facetune_25-02-2019-17-50-27

looks-bel-serelle-lisboa-2

O primeiro look é aquele básico cheio de bossa. A jaqueta biker da Zara, tem um design super clássico que remete aos motociclistas da década de 40, mas com tecido e cor com uma pegada mais suave, que dá certa atitude ao look mas sem pesar.

A jaqueta com estilo retrô casa perfeitamente com a mom jeans da C&A e com o All Star Converse de cano alto. Para equilibrar o look escolhi uma blusa básica de manga comprida da Forever 21 no mesmo tom da jaqueta e a minha inseparável mochila de couro da Arezzo que me acompanhou – literalmente – em todos os dias da viagem.

Facetune_26-02-2019-17-46-37

Facetune_26-02-2019-17-47-13

Eu tinha comprado essa boina na Forever 21 meses antes de viajar, e acabei ficando um pouco sem graça de usa-la aqui no Brasil (o clima também não favoreceu, haha), e acabei levando ela para adicionar informação de moda naqueles looks mais básicos.

Nesse dia apostei nesse sweater que amo da Forever 21, porque além de ser super confortável, ele tem essa pegada maxi que deixa o look mais moderninho. Acabei optando por outro clássico no meu guarda-roupas de inverno: a calça skinny de couro da Zara. Gostei desse look, porque apesar de básico, ele mistura muitas texturas que deixam a produção mais interessante.

Facetune_28-02-2019-14-48-55

looks-bel-serelle-lisboa-5

Esse é outro look relativamente básico mas que eu amei muito! Uma das marcas que mais curto comprar na Europa é a Stradivarius (que inclusive é do grupo da Zara), e quando entrei na loja e vi essa saia plissada nude, foi amor a primeira vista! Além de confortável, ela tem um movimento liiiindo, e a cor é um mega coringa!

Na Stradivarius comprei também essa tiara estilo turbante de veludo preto, que é a cara dos anos 80 e que está voltando com tudo (inclusive estou morrendo de vontade de fazer um post sobre, você gostaria?)!

IMG_1258

looks-bel-serelle-lisboa-8

I like big sweaters and I cannot lie ¯\_(ツ)_/¯  (hahaha). Esse sweater da Forever 21 é uma das peças que mais amo no meu guarda-roupas de inverno! E gosto dele pelos mesmos motivos que gosto do que mencionei anteriormente: amo como a trama super delicada cria um contraponto com a modelagem maxi, sem falar que a cor é uma das minhas preferidas!

Combinei com essa mom jeans da C&A com a bainha por fazer que eu mesma cortei e adoro, e nos pés para dar um peso os meus dad sneakers da Zara. Esse tênis é aquele tipo ame ou odeie – e eu amo, muito.

Na cabeça apostei no cap de camurça também da Zara, que ficou bem harmônico com o sweater e me deixou bem satisfeita.

E aí, gostou dos looks que usei em Lisboa? Caso queira ver mais é só deixar seu comentário aqui!

Sweater Weather

Estou escrevendo este post no aeroporto de Guarulhos, à caminho do meu clima preferido: frio. A verdade é que eu amo um bom tricot, aquela roupa que parece que te abraça, sabe?

E esse é um dos meus sweaters favoritos da temporada. Ele é daqueles tricots com design relativamente simples, com carinha de vintage mas com caimento maxi que o deixa bem moderninho.

Eu poderia fazer um post inteirinho sobre eu amor por tons terrosos (que se confirmou ainda mais depois que fiz uma análise de cores, e descobri que minha cartela de cores é outono suave, explico mais em outro momento, haha). Nesse look em específico, compus com um prendedor de cabelo, também marrom, com acabamento que imita couro, que deu um toque todo especial à produção.

bel serelle - sweater weather 3

bel serelle - sweater weather 2

bel serelle - sweater weather

O sweater amado é da Forever 21, o prendedor é The Beauty Box e a calça jeans é C&A.

Fotos: Mariana Peres

 

 

 

3 lugares em Paris para quem ama Moda

Paris é uma cidade que respira Moda. Alguns historiadores acreditam inclusive que o advento da Moda surgiu aos arredores da cidade, em Versailles, para ser mais exata.

Em 2015, passei quinze dias em Paris quando ainda estava no segundo semestre da faculdade de Moda, junto da minha mãe, e foi uma experiência mais que especial. Conhecer de pertinho várias das coisas que me tinham sido apresentadas até então nos livros, foi transformador.

Por essas e outras, hoje separei 5 lugares que você precisa visitar em Paris se você ama Moda. As sugestões variam entre museus, ruas, lojas…tem para todos os gostos!

5 lugares em Paris para quem ama Moda 1

1 . Champs-Élysées

Champs-Élysées é uma das avenidas mais famosas do mundo, e é onde as maiores marcas do país possuem lojas mais que especiais. Pode ser um daqueles pontos turísticos clichês para algumas pessoas, mas é parada obrigatória para quem gosta de Moda.

Isso porque todas as grandes marcas (especialmente as francesas) estão na avenida, com arquiteturas e visual merchandisings que valem a pena conferir. No aspecto compras as opções são bem democráticas: você encontra desde Louis Vuitton até Monoprix  (uma espécie de lojas americanas francesa).

A minha sugestão é ir para ver, conferir tendências, apreciar as estruturas das lojas e vitrines, e depois caminhar até o final da Avenida para conferir o Arco do Triunfo, um dos principais monumentos da cidade que homenageia as vitórias militares de Napoleão Bonaparte.

5 lugares em Paris para quem ama Moda 2

2. Museu Les Arts Décoratifs

Se você folhear um livro de História da Moda, você muito provavelmente vai se deparar com o nome “Les Arts Décoratifs” em várias legendas. Isso porque o Museu possui um dos maiores acervos de Moda do mundo, e por isso é um prato cheio para quem gosta do tema.

O museu é localizado no Palais du Louvre, e ao contrário de alguns museus de moda, seu grande acervo não fica exposto o tempo inteiro, e sim através de exposições sazonais com temas diversos. Outro detalhe bacana, é que as exposições não possuem só itens de Moda, mas também de publicidade e outros tipos de design, o que sempre ajuda na hora da contextualização do tema.

Neste mesmo museu, existe um anexo chamado Galeries des bijoux, que nada mais é que um anexo dedicado a história das jóias, com exemplares desde a idade média até a atualidade. Vale a visita!

5 lugares em Paris para quem ama Moda 3

3. A primeira loja da Chanel na Rue Cambon

Para otimizar seu tempo, minha sugestão é fazer o seguinte: saindo do Museu de Artes Decorativas, vá em direção da Rue Cambon. O trajeto é cheio de lojas interessantes e marcas renomadas, então vai ser super bacana!

Na Rue Cambon número 31 você encontrará a primeira loja da Chanel, e onde era também o antigo apartamento da estilista, que morou lá durante anos.

A loja ainda está em funcionamento, e acredito que é uma das mais visitadas da cidade por conta da sua história. Eu fiquei visivelmente emocionada (nem sei dizer quantas vezes isso aconteceu durante a viagem haha), e o segurança me perguntou se eu não gostaria de conhecer a entrada do apartamento de Coco Chanel. Foi muito, muito especial.

Gostaram das dicas? Qual lugar você ficou com mais vontade de conhecer?